Skip to content

Tag: pessoal

Sobre 2016 e a Arte da Nomenclatura de Embarcações

Passou Natal, passou ano novo, dia 25 de dezembro e dia 01 de janeiro caindo em sexta-feira, melhor impossível! Passou peru, tender com abacaxi, arroz com passas e maionese com maçã, para minha alegria e desespero de muitos. Passou reunião com família, passou descanso, passou relaxamento. Começa um novo ano. 2015 não foi um ano legal pra mim. Por motivos de trabalho, de stress e de retroalimentar o que aconteceu de ruim com expectativa de mais aborrecimentos. Sim, sempre temos nossa parcela de culpa, especialmente em situação de longa duração, por tornar pior o que já não está legal. O grande problema foi que dei o nome errado ao meu barco. Sabe, nomear um barco é uma arte. Eu nem mesmo nunca entrei em um barco, nunca estive em alto-mar, mas você já viu um barco chamado Tristeza das Ondas? Que tal Melancolia Serena? Claro que não! Nomes de barcos são…

O Último do Ano

Novembro passou arrastado, sem vontade, sem força. Nem me lembrei do 5. Tive um momento bacana de aniversário, seguido de uma conturbada mudança de casa, mas tudo envolto numa névoa que custei a dissipar. A tal névoa vinha se formando há meses, e foi de uma leve neblina a uma espessa bruma que dificultou muito os planos de projetos paralelos nesse segundo semestre. Fiquei meses sem ler um romance inteiro. Minha última resenha no Leitor Cabuloso foi no final de agosto. Li um livro de contos curtos para um programa, e acredito que só consegui por serem contos curtos. Meu cérebro só aceitava informações que recebesse sem precisar de muito esforço, por isso ouvi mais podcasts: a audição requer menos concentração. Infelizmente sinto que nem esses absorvi muito bem. Os motivos desse estado não vem ao caso, importante é dizer que senti sob os pés a beirada da queda maior e recuei. É…