Skip to content

Categoria: Relato

Votos, Eventos e Leituras

Alguns votos precisam ser renovados. Isso não se aplica aos dados a políticos, que em caso de arrependimentos devem ser apenas trocados sem receio nem remorso. Mas deve ser aplicado nos de casamento, por exemplo, e em outros menos sérios, ou melhor, aqueles que levamos a sério apenas durante algumas semanas após serem feitos, no início de cada ano. Mais do que falta de disciplina, os imprevistos da vida, como uma rasteira no emprego, podem desestabilizar o cumprimento das metas. Foi o que me aconteceu. Um começo de ano animado, um mês de fevereiro arrastado e quase todo um mês de março  totalmente desperdiçado. Dentro de casa, o que é ainda pior. O tempo nunca se faz presente, e quando vem traz colegas como a apatia e o desânimo, que tornam o mero tentar produzir em um exercício de golpes em ponta de facas. É hora de renovar aqueles votos,…

O Último do Ano

Novembro passou arrastado, sem vontade, sem força. Nem me lembrei do 5. Tive um momento bacana de aniversário, seguido de uma conturbada mudança de casa, mas tudo envolto numa névoa que custei a dissipar. A tal névoa vinha se formando há meses, e foi de uma leve neblina a uma espessa bruma que dificultou muito os planos de projetos paralelos nesse segundo semestre. Fiquei meses sem ler um romance inteiro. Minha última resenha no Leitor Cabuloso foi no final de agosto. Li um livro de contos curtos para um programa, e acredito que só consegui por serem contos curtos. Meu cérebro só aceitava informações que recebesse sem precisar de muito esforço, por isso ouvi mais podcasts: a audição requer menos concentração. Infelizmente sinto que nem esses absorvi muito bem. Os motivos desse estado não vem ao caso, importante é dizer que senti sob os pés a beirada da queda maior e recuei. É…

Eu e os eReaders

Há muitos anos atrás eu lia no computador. Pegava os livros e lia na tela brilhante, incômoda, e com a postura toda errada. Era um sofrimento! Quando ouvi falar pela primeira vez de uma tecnologia chamada eInk fiquei maravilhado, não via a hora de ter um aparelho com aquele tipo de tela que parecia papel. A própria noção de uma tela que parece papel e cuja tinta eletrônica forma as letras era, e até certo ponto ainda é, algo mágico. Mas, aqui no Brasil, tudo isso era totalmente desconhecido para o grande público. Meu primeiro aparelho, sob recomendação de uma amiga, acabou sendo um Sony PRS-600, comprado no Mercado Livre, e pelo qual paguei os olhos da cara. Eu o comprei em 2010, e a reação das pessoas quanto a ele era no mínimo engraçada. Meu chefe da época tirava sarro porque paguei caro em um aparelho “pra ler PDF”,…

Olá, Mundo!

  Ainda não sei muito bem porque resolvi criar um site e sei menos ainda como você chegou até aqui, mas seja bem-vindo! Bom, minto. Ninguém cria um site sem saber porque. Eu queria um espaço meu para agregar o que eu faço pela internet, colocar tudo num canto só, mais para satisfazer meu TOC do que qualquer outra coisa. Mas não é só isso. Também quero postar por aqui minhas opiniões, principalmente sobre literatura. A verdade mesmo é que sempre quis ter um site, desde que o finado blog que mantinha nos tempos de pré-adolescência foi engolido pelas areias do tempo (brega para caraca). Na época da faculdade, no auge de minha empolgação com o curso, quase criei um para falar o que estava aprendendo, e depois estender pelos assuntos pela vida profissional. Se tivesse feito isso, também já estaria inativo. Com o grande envolvimento que tenho com literatura hoje…