Skip to content

Organizando a Antologia Mitos Modernos

Eu jamais imaginei que poderia trabalhar com literatura dentro do Mitografias, então foi com um misto de surpresa e satisfação que recebi o convite do Leonardo Tremeschin para auxiliar na organização de uma antologia de contos do site. A ideia era fazer uma coletânea que colocasse personagens de mitos e lendas em situações do mundo moderno, e para nos ajudar nessa empreitada Leonardo havia chamado o Andriolli Costa, também escritor e saciólogo, dono do site Colecionador de Sacis e criador do podcast Popularium.

Juntos lançamos o edital da antologia e, aos poucos, os contos começaram a chegar. Nos últimos dias do prazo recebemos a mesma quantidade de contos que vieram nos meses anteriores, algo que já era de se esperar, e então começamos a missão de ler cada um deles e avaliar o que entraria ou não na antologia. No total foram 80 contos. Alguns deles não tinham uma narrativa, eram artigos disfarçados de contos. Recebemos alguns poemas, e também recebemos, em número bem maior, contos que eram apenas a reescrita de lendas nos tempos atuais, às vezes com os nomes dos personagens trocados, às vezes nem isso. Queríamos algo mais criativo, diferente, vibrante, por isso todos os conteúdos com essas características foram rejeitados.

No final, tínhamos um planilha com os contos pré-selecionados e era a hora de peneirar com mais cuidado. Resolvemos fechar num número saudável de contos, nem muito alto nem muito baixo, e 14 nos pareceu perfeito. Nessa etapa, procuramos escolher os contos de modo a entregar um livro balanceado, com histórias de mitologias diversas e de gêneros diversos. Alguns contos ficaram de fora por já ter muito material similar, outros por detalhes narrativos. Nessa etapa tivemos que ser bem criteriosos para manter o número que propusemos e entregar um livro equilibrado.

Uma vez finalizada a seleção, iniciou-se um longo período de edição, no qual lemos, sugerimos alterações e demos pitacos e mais pitacos no material de todo mundo. Nessa etapa, o Rodrigo Rahmati se juntou a nós, e uma vez que os contos foram enviados aos autores e devolvidos, ele ainda fez uma revisão do material finalizado. Já tínhamos nosso material textual, e agora precisávamos cuidar do resto da composição do livro.

Para a capa, contratamos o artista Mikael Quites, passamos para ele nosso conceito de capa e fomos trabalhando junto com ele no aprimoramento dos esboços, até chegarmos na capa final. A ideia era usarmos o conto que, na nossa opinião, mais se destacou entre todos os recebidos, para servir de base. Esse conto foi “Intermitências”, de Michel Peres, o que veio muito bem a calhar, pois pudemos usar a figura da árvore do conto dele para representar o conceito da árvore do mundo, comum a muitos mitos e lendas. E a capa ficou linda.

O próximo passo era montar os eBooks. Enquanto Rahmati se ocupou do PDF, eu me aventurei pelos arquivos ePub e Mobi. Por sorte eu já tinha auxiliado o Rahmati com alguns eBooks dele pouco tempo atrás e estava um tanto familiarizado com o processo da criação de um ePub. Esse formato é basicamente uma página web, pois trabalha com arquivos HTML e CSS. Apesar de serem linguagem de marcação simples, deu um bom trabalho deixar tudo do jeito esperado para o lançamento.

O resto vocês já sabem, o livro está disponível para download gratuito aqui, e traz 14 contos fantásticos. Estamos muito felizes com o resultado final, animados pela repercussão que o lançamento vem tendo e ansiosos pelas primeiras resenhas e opiniões a respeito da antologia. Para mim foi um aprendizado imenso poder participar de todo esse processo, da curadoria, da edição, da montagem do eBook e tudo mais. Devo muito da minha familiaridade com boa parte do processo devido à minha participação na Revista Trasgo, mas fazer tudo desde o começo foi algo novo, desafiador e muito gratificante.

Ah, e claro que também tem um conto meu, chamado “Gerente de Sinistros”, onde misturei um monte de coisa numa trama bem maluca envolvendo um detetive, que talvez eu até use de novo no futuro, em outros textos. Espero que todos curtam muito esse trabalho, e que essa seja apenas a primeira antologia do Mitografias que ajudo a colocar no mundo. Quem sabe ano que vem tem mais?

logolucas_vectorized


Also published on Medium.

Published inObras