Skip to content

O Último do Ano

Novembro passou arrastado, sem vontade, sem força. Nem me lembrei do 5. Tive um momento bacana de aniversário, seguido de uma conturbada mudança de casa, mas tudo envolto numa névoa que custei a dissipar. A tal névoa vinha se formando há meses, e foi de uma leve neblina a uma espessa bruma que dificultou muito os planos de projetos paralelos nesse segundo semestre.

Fiquei meses sem ler um romance inteiro. Minha última resenha no Leitor Cabuloso foi no final de agosto. Li um livro de contos curtos para um programa, e acredito que só consegui por serem contos curtos. Meu cérebro só aceitava informações que recebesse sem precisar de muito esforço, por isso ouvi mais podcasts: a audição requer menos concentração. Infelizmente sinto que nem esses absorvi muito bem.

Os motivos desse estado não vem ao caso, importante é dizer que senti sob os pés a beirada da queda maior e recuei. É surpreendente como o modo que encaramos as coisas afeta nossa vida, e a capacidade, muitas vezes ignorada, de ficarmos bem pelo mero querer estar bem. Não alimentar a besta.

Escrevi um post enorme no dia primeiro de dezembro que não será postado. Passei ele por um amigo que me fez questionar qual a utilidade de tantas linhas, evidenciando gente que não merece ser evidenciada e criticando argumentos que são tão ultrapassados que mais ninguém com bom senso leva a sério. O tipo de coisa que não quero levar para o próximo ano.

A criação desse blog era para que eu tivesse um canto meu, onde pudesse falar do que me interessa, com maior foco em literatura, e recomendar e elogiar as coisas boas. Me orgulho de alguns textos críticos, como aquele sobre os preços de eBooks e o outro sobre a prova do ENEM. Eram assuntos que precisavam ser tratados e um tipo de conteúdo que pretendo produzir quando se fizer necessário, além das resenhas e amenidades de sempre.

Regularidade de postagens nunca tive, mas esse lapso de 45 dias foi o maior desde que registrei o domínio. Espero que não se repita e pretendo anunciar muita coisa legal por aqui ano que vem, para quem quer que seja que leia o que escrevo. A intenção não é ser um blog grande, apenas algo meu, pequeno, pessoal mesmo. O trabalho de maior regularidades será feito no Leitor Cabuloso, que, como tantas outras coisas nos últimos, negligenciei de forma que espero não acontecer novamente,

Esse último post do ano não deve ser de interesse de muitos, sinceramente é mais um fechamento que eu devia a mim mesmo, advindo de uma vontade de sumarizar em poucos palavras coisas importantes que se passaram e de delinear sem grandes comprometimentos os planos para 2016: que seja um ano de paz, tranquilidade e mais produção literária do que esse foi. Muito mais.

 

A todos que passaram por aqui desejo um ótimo Natal e Feliz Ano Novo!

logolucas_vectorized

Published inRelato